Com o Fundo de Resiliência modernizei as actividades e garanti empregos

You are currently viewing Com o Fundo de Resiliência modernizei as actividades e garanti empregos

– Dércio Gafur Calubai, proprietário de uma Serigrafia em Xai-xai

Dércio é um jovem empresário da província de Gaza, que opera na cidade de Xai-xai. Com a redução da procura, fruto do encerramento e perdas da capacidade de compra dos seus clientes, maioritariamente empresas do sector privado, como consequência da Covid-19, viu-se na iminência de fechar o seu negócio ou reduzir a mão-de-obra.

Preocupado com a sua situação de quase insolvência, procurou a Gapi, no ano 2022, onde obteve um crédito de 200 mil meticais para fundo de maneio. “Esse valor me permitiu fazer face às necessidades e adquirir matéria-prima para nos mantermos em funcionamento, mas, não era suficiente”.

Um ano depois, em 2023, ouviu falar no Fundo de Resiliência, um instrumento de financiamento sustentável implementado pela Gapi e co-financiado pela USAID, concebido para fornecer crédito combinado com assistência técnica a Micro Pequenas e Médias Empresas (MPMEs), afectadas pelas calamidades e pela Pandemia da Covid-19.

“Voltei a contactar a Gapi, uma vez que já havia liquidado o crédito anterior. Esta nova necessidade de financiamento, prendia-se com a premência de ser competitivo no mercado que já se estava a reabrir, passado o espectro e efeito da Covid”, explica, para depois continuar dizendo que “com o valor, adquiri novo equipamento que, não só garante que continuemos a primar pela qualidade e nos tornemos incontornáveis no nosso segmento de mercado, como nos permite garantir a manutenção da mão-de-obra”.

“Dércio é um cliente exemplar que assume com responsabilidade as suas obrigações. Foi por isso que não exitamos em lhe conceder os 250 mil meticais que solicitou”, disse Ismael Valá, Gerente da Gapi em Xai-xai, que apelou à “necessidade de os mutuários se portarem com responsabilidade na condução dos seus negócios e, sobretudo, honrarem com os pagamentos previstos, de modo a que mais pessoas se possam beneficiar destes fundos”.